Governador do Estado apresenta aos prefeitos o novo Mapa de Gestão de Risco

Na manhã desta terça-feira (19), os prefeitos participaram de uma reunião com o Governador Renato Casagrande para conhecerem o novo Mapa de Gestão de Risco do Espírito Santo. A reunião também contou com a participação da vice-governadora Jaqueline Moares; do Coronel Cerqueira; do Secretário de Saúde do Estado, Nésio Fernandes; e do representante da Caixa Econômica Federal, Jeferson Won Rondon.

O Governador Renato Casagrande iniciou a reunião reforçando as medidas já tomadas pelo governo no estado com o intuito de reduzir os impactos da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Ele ainda explica que todas as medidas são feitas com base no isolamento social do capixaba e na capacidade das UTIs do sistema público de saúde.

“Estamos sempre dano um passo a frente, preparando o sistema de saúde pública para receber novos casos. Nossa equipe está em constante busca por novos leitos. Porém, ainda se faz extremamente necessária a adoção da política de prevenção com o isolamento social, o uso de máscara e o acompanhamento correto do paciente que testou positivo dentro dos municípios”, explicou. “A pandemia é de longo prazo. Desse ano e no ano que vem, ate que uma vacina chegue para toda a população, então temos que aprender a conviver com o vírus”, concluiu. Em sua fala, o Governador ainda falou que até o final deste mês de maio, o Espírito Santo terá mais de 500 leitos de UTI destinados apenas para casos da Covid-19.

A vice-governadora Jaqueline Moraes também participou da reunião e informou aos prefeitos que o Portal ES Solidário está no ar. "Precisamos sensibilizar as pessoas, precisamos manter o distanciamento social e o uso de máscaras para salvar vidas. Precisamos seguir os decretos e o que os profissionais nos orientam. Por isso, foi lançado o portal ES Solidário, para que possamos dar auxílio para o maior número de pessoas aqui no estado que estejam passando dificuldade", afirmou.

O Coronel Cerqueira continuou a reunião com a apresentação e explicação do novo Mapa de Gestão de Risco e a mudança de nível de alguns municípios nesta última semana, visto as alterações no número de letalidade, índice de isolamento, índice de incidência e a idade dos casos. São classificados como: leve, moderado, alto e extremo.

“O mapa foi criado de acordo com pesquisa e monitoramento de profissionais e especialistas, tanto do governo do estado quanto nos municípios e as informações são atualizadas constantemente”, explicou o Coronel.

São classificados como risco alto os municípios de: Vitória, Vila Velha, Cariacica, Serra, Viana, Fundão, Santa Teresa, Alfredo Chaves, Afonso Claudio, Presidente Kennedy e Marataízes. Ao longo desta semana, outras cidades podem ser incluídas neste indicador.

O Secretário de Saúde do Estado Nésio Fernandes explicou que o Espírito Santo está no momento de entender o comportamento do vírus e que, mais pra frente, podem ser necessárias medidas mais severas. “Temos o aumento dos números de casos em todos os municípios, inclusive no interior do estado, por isso estamos trabalhando para obter respostas mais rápidas no enfrentamento da pandemia. Temos bastante leitos, mas também temos um limite. Se não conseguirmos controlar essa pandemia, precisaremos adotar medidas mais drásticas. Por isso, é necessários que os municípios entendam que este é um trabalho em conjunto”.

Após as explicações os prefeitos tiveram a oportunidade de tirar dúvidas e apresentar o trabalho realizado nos municípios. O prefeito de Viana e presidente da Associação dos Municípios, Gilson Daniel, foi o primeiro a fazer as considerações. Ele agradeceu o trabalho do Governo do Estado, dos bombeiros e da Secretaria de Saúde e tirou dúvidas sobre a cobrança da população quanto às testagens.

O Secretário Nésio Fernandes respondeu qual a forma correta de realizar os testes. “Os testes devem ser realizados após sete dias dos primeiros sintomas, para que tenham um resultado mais assertivo. Antes disso, pode acontecer de dar um falso negativo o que acaba gerando um problema ainda maior. É importante que os municípios controlem os testes e deem prioridade a pacientes com alguma indicação, após 7 dias e com mais de 45 anos”, explicou.

O Prefeito Oswaldo, de Mucurici, pediu a fala e apresentou as medidas adotadas pelo município, como levar mais informação à população e dar orientação sobre fake News. O Prefeito Alessandro, de Sooretama, sanou suas dúvidas quanto ao indicativo do município. Já o Prefeito Jones, de Aracruz, parabenizou o governo pela forma que está conduzindo as medidas para ajudar os municípios nesta pandemia e falou que está preparado para contribuir. "O Hospital São Camilo em breve poderá contribuir com sete espaços de UTI esquipados, estamos trabalhando para isso", explicou Jones.

Em Boa Esperança. já são 24 casos positivos, 1 óbito confirmado e 70 pessoas sendo monitorada e, segundo o Prefeito Lauro, a situação está bem complicada. "A população precisa se conscientizar sobre o que estamos passando, pois mesmo com todos os cuidados sendo adotados, estamos com um grande número de casos na cidade", contou Lauro.

Em Cachoeiro do Itapemirim, a preocupação do Prefeito Vitor é quano a super lotação dos hospistais e o grande movimento do comércio, ele sugeriu que tivesse o apoio da Polícia Militar para orientar a população o município. Já o Prefeito Neto Barros, de Baixo Guandu, falou sobre a importância da informação e sobre o uso da internet para estar mais próximo dos munícipes. O Prefeito de Santa Maria, Hilário Roepke, também falou sobre a importância de levar a informação e disse que tem usado carro de som para atingir mais pessoas.

O Prefeito Gilson Amaro, de Santa Teresa, ressaltou o momento difícil que estão passando no município e no mundo e também informou que os hospitais do município já estão preparados para o recebimento de leitos de UTI. O Prefeito Sérgio Meneguelli, de Colatina, reforçou a importância da união dos municípios, "precisamos andar juntos para não afetar os municípios vizinhos e reduzir o número total de contaminação".

Presidente Kennedy entrou para o indicador de alto risco, assim como os municípios da Grande Vitória. O Prefeito Dorlei afirmou que o município está seguindo as orientações e os decretos do Governo do Estado e que estão organizando os hospital para o atendimento de novos casos, se necessário. 

 

 

Data de Publicação: terça-feira, 19 de maio de 2020

Contatos:

Telefone: (27) 3227-3077 | (27) 9 9842-8048
E-mail: amunes@amunes.org.br